Não consegue reservar nem meia hora do seu dia? Use a rotina para sair da inércia. Atividade física é todo movimento que gasta mais energia do que estar parado.

Fazer atividade física é muito importante para a saúde das crianças e dos adultos, pois ela melhora a flexibilidade, a força muscular, fortalece os ossos e as articulações e desenvolve habilidades psicomotoras.

Ao praticarmos atividades físicas, queimamos a gordura que está em excesso no nosso corpo, e ao mesmo tempo melhoramos a nossa pressão arterial. Além disso, com exercícios físicos, o nosso corpo fica mais preparado e consegue driblar muitas doenças.

Caminhe – com seu cachorro, sozinho, com um amigo

Ultimamente, ficamos muito tempo sentados, seja no trabalho, na escola, usando o computador ou assistindo televisão. Isso pode causar muitos problemas musculares e nas articulações. O simples fato de sair para caminhar com o seu cachorro já é de grande ajuda. Com certeza o seu amiguinho vai ficar muito contente com essa atitude também. Caminhar sozinho também vale – e você pode aproveitar para conhecer novos parques ou explorar o seu bairro. O importante é se mexer!

Acorde cedo para treinar

Passar as primeiras horas da manhã se exercitando acelera o metabolismo e dá mais disposição para o restante do dia. E você não corre o risco de se enrolar no trabalho e perder o treino à noite.

Não se force demais

Você não precisa pegar pesado logo de cara, isso pode, inclusive, ser prejudicial e te levar a um desgaste físico. Seu corpo precisa de um período para se adaptar e seu condicionamento vai melhorando conforme o tempo. Então, respeite seus limites!

Treine com amigos

Uma boa saída para quem não gosta de exercícios ou academia é justamente chamar aquele amigo ou familiar para treinar. Assim, quando um estiver cansado ou com aquela preguiça o outro sempre tentará animar o parceiro. 

Diga NÃO à auto-sabotagem

Os sabotadores são um conjunto de pensamentos e crenças que estão arraigados em cada um nós. É através deles que justificamos alguns dos nossos fracassos. É um exercício muito desafiador identificar esses modelos mentais, pois muitas vezes não temos consciência que nossas decisões se apoiam nestas crenças.

Vamos a um exemplo: uma pessoa quer emagrecer, porém sempre associou alimentação saudável com grandes doses de restrições, sofrimento, privações e escassez. Ela precisa transformar este modelo mental, pois ele não representa uma “verdade”. Cheio de gente por aí que se alimenta bem, com equilíbrio, e vive com prazer!

Quem escuta uma voz interna que diz:

“Nem adianta começar, eu não vai conseguir.”

“Se não for pra fazer perfeito, melhor nem fazer.”

“Meu dia foi tenso, eu mereço sofá e sorvete.”

“Comigo nada dá certo.”

“Hoje não dá para treinar, preciso cortar a unha.

Fazer-se de vítima, procrastinar, priorizar as demandas dos outros e não as tuas… Quem nunca? Pois são os sabotadores atuando com força! É nessa hora que o seu comprometimento é testado. Por isso, tenha seu propósito inabalável sempre em mente. É nele que você vai se agarrar para manter o foco.

Não tem como mudar hábitos sem sair do piloto automático. E fazer aquilo que não estamos adaptados demanda um esforço adicional. Mas acredite: é muito possível!